O Programa de Educação Social da Coopermil é realizado em toda a região de abrangência da cooperativa, por meio da formação de grupos organizados de mulheres associadas e clientes. Atualmente, existem 28 grupos, que, no total, abrangem em torno de 700 participantes.
Esta importante ação contou com a atuação da associada da Unitec Katia Schneider, instrutora do Senar-RS. Segundo ela, a Coopermil, comprometida com a qualidade de vida das comunidades em que está inserida, busca promover atividades que fortaleçam o desenvolvimento econômico social e cultural, envolvendo toda a família do associado.
“O Programa de Educação Social da Coopermil tem como objetivo ampliar e incentivar a participação da família no ambiente cooperativo e preparar as mulheres para participarem efetivamente da cogestão da propriedade, visando uma vida mais digna onde vivem e trabalham”, diz a associada da Unitec.
Katia explica que o programa desenvolve temas diferenciados a cada ano, com atividades práticas e teóricas, as quais são desenvolvidas através de projetos e parcerias. Os projetos são planejados seguindo algumas temáticas gerais, como qualidade de vida, cooperativismo e gestão, alimentação e culinária, saúde e bem-estar, educação financeira, autoestima, assuntos técnicos e relacionamento e família.
O trabalho de Katia no programa consistiu na realização de 28 encontros, nos municípios de Santa Rosa, Giruá, Candido Godói, Santo Cristo, Tuparendi, Doutor Maurício Cardoso, Novo Machado, Campinas das Missões e Três de Maio, pelo Senar-RS, com o tema Qualidade de Vida.
“Realizamos uma roda de conversa com os grupos, quando abordamos o assunto ‘Ansiedade nossa de cada dia’. Foram encontros de muitas trocas, em que as participantes puderam compreender o que é a ansiedade, seus sintomas, as principais causas, as consequências e como podemos controlá-la e tratá-la”, destaca.
“Estes encontros proporcionaram momentos únicos com cada grupo. Foi maravilhoso poder escutar as angústias, questionamentos e contribuições das participantes, compartilhando com tantas mulheres e levando o nosso trabalho. Minha gratidão a todas as mulheres que participaram dos encontros, e em especial à coordenadora do projeto, Patrícia Spielmann, pela parceria”, agradece Katia.
A coordenadora do Programa de Educação Social da Coopermil, Patrícia Spielmann, acrescenta que, em cada encontro, foi trabalhada uma temática diferente. “Entendemos ser importante abordar sobre ansiedade, visto que hoje muitas mulheres enfrentam a solidão, pois na área rural os vizinhos moram mais distantes uns dos outros. O interior também tem passado, nos últimos anos, por muitas intempéries do tempo. E, aliado a isso, viemos de um período de isolamento devido à pandemia. Então é um misto de causas que acaba desencadeando a ansiedade nas pessoas.”
Conforme Patrícia, Katia conduziu muito bem os encontros, trazendo o assunto de maneira tranquila e didática. “Ela abordou este tema e trabalhou o que pode ser feito para melhorarmos. As participantes adoraram o trabalho dela. Foi ótimo o tempo que ela passou conosco, assim como a parceria com Senar-RS e Unitec”, finaliza.
O encontro de encerramento das atividades do ano do programa ocorreu no último dia 6, no Salão da Comunidade de Guia Lopes, em Santa Rosa, com uma vasta programação.

Fonte: Assessoria de comunicação Unitec | Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999

Deixe uma Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *